Pesquisa de site

Instalando LEMP (Linux, Nginx, MariaDB e PHP) no Fedora 22


LEMP é um conjunto de ferramentas semelhante ao mais popular LAMP. LEMP inclui um dos pacotes mais famosos disponíveis para construção de sites. Sua sigla é retirada da primeira letra de cada pacote que inclui – Linux, Nginx (pronuncia-se Engine X, MariaDB forte> e PHP.

Este artigo pressupõe que você já concluiu a instalação do Fedora 22. Caso contrário, você pode dar uma olhada nos seguintes guias para instalar o Fedora 22:

  1. Guia de instalação do servidor Fedora 22
  2. Guia de instalação da estação de trabalho Fedora 22

Antes de iniciar a instalação é recomendado atualizar seu sistema. O Fedora 22 vem com um novo gerenciador de pacotes padrão chamado DNF. Para emitir a atualização, você precisará executar o seguinte comando.

dnf update

Nota: Para maior comodidade e melhor compreensão do processo, separarei a configuração do LEMP em 3 etapas fáceis. Um para cada um de seus pacotes.

Etapa 1: instalar o servidor Web Nginx

1. Nginx já existe na web há algum tempo, mas está se tornando cada vez mais popular a cada dia. É o servidor web preferido por muitos administradores, devido ao seu peso leve e entrega rápida de conteúdo estático. Ele também pode ser configurado como proxy reverso para trabalhar em conjunto com outro servidor web, como o Apache.

Para instalar o Nginx você pode usar:

dnf install nginx

2. Depois que o Nginx for instalado, você poderá iniciar e verificar o status do serviço emitindo os seguintes comandos:

systemctl start nginx 
systemctl status nginx

3. Para confirmar se o Nginx está funcionando corretamente, abra seu navegador favorito e aponte para o endereço IP do seu servidor em http://seu-endereço-ip . Se você não sabe o IP do servidor, pode encontrar seu endereço IP com comandos como:

ifconfig | grep inet

4. Depois de saber o endereço IP, você pode inseri-lo em seu navegador e deverá ver uma página semelhante a esta abaixo:

Nota: Se a página não carregar, é possível que o firewall esteja bloqueando o acesso na porta 80, que é a padrão para Solicitações HTTP. Você pode permitir conexões nas portas Nginx padrão (80 e 443) e recarregar a configuração do firewall usando a seguinte série de comandos:

firewall-cmd --permanent --add-service=http
firewall-cmd --permanent --add-service=https
firewall-cmd –reload

5. Para garantir que o Nginx será iniciado automaticamente no momento da inicialização, execute o seguinte comando.

systemctl enable nginx

Nota: O diretório raiz da web Nginx padrão para os arquivos do seu site é /usr/share/nginx/html, certifique-se de colocar seus arquivos aqui.

Passo 2: Instale o MariaDB

6. MariaDB é um fork comunitário do famoso mecanismo de banco de dados relacional MySQL. O motivo da bifurcação foi a aquisição da Oracle sobre o MySQL. MariaDB deve permanecer gratuito sob a Licença Pública Geral GNU. Muitas das distribuições Linux já mudaram para o MariaDB como mecanismo de banco de dados padrão.

Para completar a instalação do MariaDB no Fedora 22 execute o seguinte comando:

dnf install mariadb-server 

7. Após a instalação do mariadb, você pode iniciar e ativar o MariaDB para iniciar automaticamente na inicialização do servidor emitindo os seguintes comandos:

systemctl start mariadb
systemctl enable mariadb

8. Durante a instalação não será solicitado que você configure uma senha para o usuário root do MariaDB. O usuário não terá uma senha, então você precisará protegê-la manualmente, conforme mostrado abaixo.

mysql_secure_installation 

Uma vez executada, a primeira opção solicita que você insira a senha root do MySQL – basta pressionar Enter para continuar. O restante das opções é autoexplicativo. Você pode encontrar um exemplo de saída e sugestões de configuração na captura de tela abaixo:

Etapa 3: Instale PHP com Módulos

9. PHP é uma linguagem de programação poderosa que pode ser usada para criar aplicações web dinâmicas. Para instalar o PHP junto com suas bibliotecas no Fedora 22, execute o seguinte comando único.

dnf install php php-fpm php-mysql php-gd php-mcrypt php-mbstring

10. Após a conclusão da instalação, precisaremos fazer algumas pequenas alterações na instalação do PHP, para que os arquivos php sejam executados corretamente. Caso contrário, o navegador tentará baixar seu arquivo PHP em vez de executá-lo.

Primeiro abra o arquivo www.conf com este comando:

vim /etc/php-fpm.d/www.conf

Encontre as seguintes linhas:

; RPM: apache Choosed to be able to access some dir as httpd 
user = apache 
; RPM: Keep a group allowed to write in log dir. 
group = apache 

E altere-os para:

; RPM: apache Choosed to be able to access some dir as httpd 
user = nginx 
; RPM: Keep a group allowed to write in log dir. 
group = nginx 

Agora salve o arquivo e saia.

11. Agora você precisará reiniciar o php-fpm com o seguinte comando, para que as novas alterações tenham efeito:

systemctl restart php-fpm

12. Agora você pode testar sua configuração criando uma página de informações PHP 'info.php' no diretório raiz do Nginx, ou seja, /usr/share/nginx/html e reinicie o serviço Nginx para confirmar a página de informações do PHP no endereço IP do seu navegador http://your-ip-address/info.php.

echo "<?php phpinfo(); ?>" > /usr/share/nginx/html/info.php
systemctl restart nginx

É isso! sua pilha LEMP agora está completa e pronta para implantar seus projetos web. Se você enfrentou algum problema durante a configuração, sinta-se à vontade para enviar um comentário na seção de comentários abaixo.